REVISTA ELETRÔNICA de EDUCAÇÃO & SAÚDE.

REVISTA ELETRÔNICA de EDUCAÇÃO & SAÚDE (ano XXXIII) 2016 ou 5777
Criação e realização do biólogo e professor JOÃO ANGELO MARTIGNONI TEIXEIRA
Orientação e configuração do engenheiro e professor EVERARD LUCAS CARDOSO

23 de nov de 2016

CONTATOS com a Revista Eletrônica: "EXCITE-FRIBURGO" de EDUCAÇÃO & SAÚDE.

Idealizador: Prof. Dr. João Angelo Martignoni Teixeira
Correio eletrônico: biangelus@gmail.com

ou escreva-os nos comentários abaixo:

As RENAS ou CARIBUS do PAPAI NOEL...















Quem são os Caribus ou as Renas [Rangifer tarandus] que ajudam o Papai Noel a distribuir os presentes de Natal em seu trenó voador?


Tive o prazer de ver de perto, em Gramado/RS em 2013, algumas Renas cuja taxonomia de Carlos Lineu, em 1758, as designa como Rangifer tarandus (foto abaixo da Rena da Aldeia do Papai Noel em Gramado/RS):
Cada uma das nove Renas de Papai Noel tem seu nome próprio, a principal por exemplo, Rudolph (Rodolfo), foi um personagem criado em 1939 por um funcionário (Robert L. May) de uma rede de lojas americanas. 
As demais Renas são: Cometa, Corredora, Cupido, Dançarina, Empinadora, Raposa, Relâmpago e Trovão, todas seguindo Rodolfo, a Rena do nariz vermelho, que ilumina os céus e anuncia a passagem do trenó. 
Seus nomes originais em inglês (em ordem alfabética) seriam: Blitzen, Comet, Cupid, Dasher, Dancer, Donner, Prancer e Vixen.
Os créditos pela criação dos nomes das oito renas são de um poema de 1823 escrito pelo americano Clement Clarke Moore, chamado “A Véspera de Natal” (“A Visit from St. Nicholas”)”.  O Rodolfo (que como já disse anteriormente, surgiu em 1939), já "sofria bullying", pelo detalhe considerado no mínimo estranho: seu nariz vermelho brilhante. Em certo Natal, Papai Noel viajava numa noite com muita neblina, viu seu nariz cintilando e pediu sua ajuda para cruzar os céus. Aí começa a história de Rodolfo.
As Renas do Papai Noel são as únicas que sabem voar, ajudando o bom velhinho a entregar os presentes para as crianças do mundo todo, na noite de Natal. Quando ele pede para serem rápidas, elas podem ser as mais rápidas renas do mundo, mas quando o Papai Noel quer, elas também podem ser muito lentas. O mito das renas foi inventado na Europa, no século XIX.
Já mencionada anteriormente, a rena Rudolph surgiu em 1939, quando a cadeia de lojas Montgomery Ward Company (de em Chicago - EUA), pediu ao seu colaborador Robert L. May para criar uma história de Natal que seria oferecida aos seus clientes, todos os anos, sob a forma de livros de Natal para colorir.
A história de Rudolph foi escrita em versos e conforme R. L. May os criava, ia testando-os com sua filha - Barbara (na época com 4 anos de idade) que adorava a história, porém, o patrão de May ficou preocupado com o fato de a rena ter um nariz vermelho, já que esta era uma figura por vezes associada à bebida e aos alcoólicos, não lhe parecendo a melhor base para uma história infantil. Para resolver esse problema, May levou Denver Gillen, um amigo do departamento de arte da Montgomery Ward, a um jardim zoológico para que fizesse um esboço de Rudolph. O desenho de Gillen de uma rena com um nariz vermelho brilhante colocou um ponto final na hesitação do patrão de May e a história foi finalmente aprovada.
A empresa distribuiu 2,4 milhões de cópias do livro “Rudolph, the Red-Nosed Reindeer”, em 1939 e, até ao final de 1946, foram distribuídas um total de seis milhões de cópias. Isto, apesar de muitas vezes haver escassez de papel por causa da 2ª Guerra Mundial. No período pós-guerra, a procura pela figura de Rudolph foi enorme. No entanto, como May tinha criado a história enquanto era funcionário, quem detinha os direitos como autor era a Ward. Seu criador não recebia royalties, não tinha participação nos lucros produzidos pela sua criação. Contudo, em Janeiro de 1947, conseguiu convencer o presidente da empresa a transferir os direitos autorais para ele. Assim, de posse de sua “criatura”, Robert L. May garantiu sua estabilidade financeira. “Rudolph, a rena do nariz vermelho” foi publicado para comercialização em 1947 e encenada nos EUA em forma de musical nos anos que se seguiram, com estrondoso sucesso.

Fonte: A Voz da Serra de 22/12/2012 e João Angelo em visita a Aldeia do Papai Noel em Gramado/RS Nov. 2013

31 de out de 2016

31 de Outubro ... Dia das BRUXAS ...


O Halloween é uma festa comemorativa celebrada no dia 31 de Outubro, véspera do dia de Todos os Santos. Ela é realizada em grande parte dos países ocidentais, porém é mais representativa nos EUA, onde foi inserida pelos imigrantes irlandeses, quando lá chegaram em meados do século XIX.
A história desta data comemorativa tem mais de 2500 anos. Surgiu entre o povo celta, que acreditavam que no último dia do verão deles (31 de Outubro), os espíritos saiam dos cemitérios para tomar posse dos corpos dos vivos. Para assustar estes fantasmas, os celtas colocavam, nas casas, objetos assustadores como, por exemplo, caveiras, ossos decorados, abóboras enfeitadas entre outros.
Por ser uma festa pagã foi condenada na Europa durante a Idade Média, quando passou a ser chamada de Dia das Bruxas. Aqueles que comemoravam esta data eram perseguidos e condenados à fogueira pela Inquisição.
Com o objetivo de diminuir as influências pagãs na Europa Medieval, a Igreja cristianizou a festa, criando o Dia de Finados (2 de Novembro).

Esta festa, por estar relacionada em sua origem à morte, resgata elementos e figuras assustadoras. São símbolos comuns desta festa: fantasmas, bruxas, zumbis, caveiras, monstros, gatos negros e até personagens como Drácula e Frankestein.
As crianças também participam desta festa. Com a ajuda dos pais, usam fantasias assustadoras e partem de porta em porta na vizinhança, onde soltam a frase “doçura ou travessura”. Felizes, terminam a noite do 31 de Outubro, com sacos cheios de guloseimas, balas, chocolates e doces.



O Halloween no Brasil é uma comemoração recente, chegou por aqui através da grande influência da cultura dos EUA, principalmente vinda pela televisão. Os cursos de língua inglesa também colaboram para a propagação da festa aqui no Brasil, pois comemoram esta data com seus alunos, vivenciando a "cultura norte-americana".

Vários brasileiros defendem que a data nada tem a ver com nossa cultura e argumentam que o Brasil tem um rico folclore que deveria ser mais valorizado, por isto, foi criado pelo governo, em 2005, o Dia do Saci (comemorado também em 31 de Outubro).




O Saci-Pererê é um dos personagens mais conhecidos do folclore brasileiro, também comemorado em 31 de Outubro. Provavelmente, surgiu entre povos indígenas da região Sul do Brasil, ainda durante o período colonial (no final do século XVIII). Nesta época, era representado por um menino indígena de cor morena e com um rabo, que vivia aprontando travessuras na floresta.
Porém, ao migrar para o norte do país, o mito e o personagem sofreram modificações ao receberem influências da cultura africana. O Saci transformou-se num jovem negro com apenas uma perna, pois, de acordo com o mito, havia perdido a outra numa luta de capoeira. Passou a ser representado usando um gorro vermelho e um cachimbo, típico da cultura africana. Até os dias atuais ele é representado desta forma.

O comportamento é a marca registrada deste personagem folclórico. Muito divertido e brincalhão, o saci passa todo tempo aprontando travessuras na matas e nas casas. Assusta viajantes, esconde objetos domésticos, emite ruídos, assusta cavalos e bois no pasto etc. Apesar das brincadeiras, não pratica atitudes com o objetivo de prejudicar alguém ou fazer o mal.

Diz o mito que ele se desloca dentro de redemoinhos de vento, e para capturá-lo é necessário jogar uma peneira sobre ele. Após o feito, deve-se tirar o gorro e prender o saci dentro de uma garrafa. Somente desta forma ele irá obedecer seu “proprietário”.

Mas, de acordo com o mito, o saci não é voltado apenas para brincadeiras. Ele é um importante conhecedor das ervas da floresta, da fabricação de chás e medicamentos feitos com plantas. Ele controla e guarda os segredos e todos estes conhecimentos. Aqueles que penetram nas florestas em busca destas ervas, devem, de acordo com a mitologia, pedir sua autorização. Caso contrário, se transformará em mais uma vítima de suas travessuras.

A crença neste personagem ainda é muito forte na região interior do Brasil. Em volta das fogueiras, os mais velhos contam suas experiências com o saci aos mais novos. Através da cultura oral, o mito vai se perpetuando. Porém, o personagem chegou aos grandes centros urbanos através da literatura, da televisão e das histórias em quadrinhos.

Quem primeiro retratou o personagem, de forma brilhante na literatura infantil, foi o escritor Monteiro Lobato. Nas histórias do Sítio do Pica-Pau Amarelo, o saci aparece constantemente. Ele vive aprontando com os personagens do sítio. A lenda se espalhou por todo o Brasil quando as histórias de Monteiro Lobato ganharam as telas da televisão, transformando-se em seriado, transmitido no começo da década de 1950. O saci também aparece em várias momentos das histórias em quadrinhos do personagem Chico Bento, de Maurício de Souza.

Curiosidade:

- O Saci-Pererê é o mascote do time de futebol Sport Club Internacional de Porto Alegre.

7 de out de 2016

FELIZ DIA DA CRIANÇA.



O Dia Nacional da Criança foi criado em 1924 pelo deputado federal Dr. Galdino do Valle Filho (foto ao lado).
residencia_galdino_net




































Durante toda a minha infância, eu morei ao lado desta casa de Galdino do Valle Filho (foto acima de Osmar Castro) no número 47 da atual Avenida que tem o seu nome hoje - em Nova Friburgo - onde ele (Dr. Galdino) foi vereador, deputado estadual, deputado federal em 1924 e prefeito de Nova Friburgo, quando em seu mandato, a energia elétrica chegou por aqui e o saneamento básico começou a evoluir em nossa cidade. Eu tinha um pouco mais de 1 ano de idade quando ele faleceu (em Niterói), mas mesmo assim, durante minha infância, as vezes eu brincava no vasto pomar e quintal de sua casa que fazia divisa com a minha casa e de minha avó (Leonor Martignoni). Eu tive uma infância muito feliz ali naquela região de Friburgo !!! [Prof. João Angelo]

Além de seu legado de realizações políticas, sua participação na vida friburguense é lembrada até os dias de hoje pelo imponente casarão que pertence à sua família, localizado, como já citei anteriormente, na avenida que lhe homenageia (com o seu nome). Recentemente, o casarão da família Galdino do Valle Filho foi tombado (foi o 1º imóvel que entrou em processo de tombamento, em decorrência da Lei Municipal 3.794/2009, de autoria do Executivo com o aval da Câmara dos Vereadores, prevendo a preservação de prédios históricos de Nova Friburgo). A memória e a cultura de Nova Friburgo agradecem!
A foto abaixo (de Osmar Castro) mostra o interior da residência da família Galdino do Valle Filho, em estilo eclético com tendências vitorianas:
Sala Galdino do valle filho
Outras fotos de Lau Cardoso (irmão do meu amigo Everard Lucas):




15 de OUTUBRO = PARABÉNS MESTRES !!!

       
"O professor é o indivíduo vocacionado a tirar outro indivíduo das trevas da ignorância, da escuridão, para as luzes do conhecimento, dignificando-o como pessoa que pensa e existe”. 
Juiz Eliezer Siqueira de Sousa Junior.


Eu tive a honra e o prazer de ter sido aluno e, posteriormente, colega de Cícero Schott Monnerat, com o qual continuei aprendendo quando, juntos (ele diretor e eu coordenador do CNSG por mais de 16 anos), trabalhamos muito pela educação. Creio ter sido "a época de ouro de minha vida pelo magistério".
Quando fui aluno da Cia. Jesuíta, o meu coração e a minha mente ficaram marcadas pelas virtudes de: Cícero Schott Monnerat (foto a direita), Ledir Porto (2ª foto abaixo), Helênio Lima, Cláudio Costa, Vicente Paim, Pedro Sérgio Maggessi Monnerat; personalidades inesquecíveis da verdadeira educação !!!


Prof. João Angelo.









Dia 14/10/2009 - 4ª-feira - as alunas do Col. Odette Penna Muniz (foto abaixo): Monara, Milena, Carol, Fernanda, Patrícia, Camilla, Rayany, Katelyn, Luiza e Paula, representando suas respectivas turmas, prestaram uma LINDA e EMOCIONANTE homenagem aos Professores do 3° turno, com uma apresentação teatral de reflexão sobre o valor da profissão de educador. Parabéns meninas!!! Todos os meus colegas do OPM e logicamente eu, saímos de lá felizes e emocionados com suas homenagens !!!
Obrigado, Prof. João Angelo.

Meu ex-alunos do CEJE...atualmente...

Meu ex-alunos do CEJE - turma de 1998:











Nesta turma acima temos:
Outros ex-alunos do CEJE:
Aline Couto,
Camila ("in memorian"),
Conrado Leite,
Dayane Laurindo,
Daniel Rodrigues,
Danilo Durso,
Diego Faial,
Flávia,
Francisco Terra,
Geovane Santos Gomes,
Glauber Crescencio,
Juliana,
Manuela,
Marry Mendes Chermont,
Nara Montechiari,
Rafaella Barbosa,
Sulaine Filgueiras,


Athayde de Souza Filho - 6ª série (atual 7° ano) - turma 604/605 - atualmente trabalha na ROTA 116 (pedágio em Bom Jardim).

Danielle Barroso - -6ª série (atual 7° ano) - turma 604/605 .









Felippe Senna e Danilo Durso - 6ª série (atual 7° ano) turma de 1998.

Apresentando um trabalho na EXCITE 1998 (Exposição Científica e Tecnológica) sobre o "Rio Bengalas":



















Atualmente Felippe Senna está em Macaé/RJ :























26 de set de 2016

ACTA e PASSIO (COSME e DAMIÃO) e o dia mundial da doação de órgãos.

26 e 27 de Setembro: Cosme (Acta) e Damião (Passio)

O nome Cosme significa "enfeitado" (do radical grego Kosmetos) e Damião significa "popular" (do radical grego Demos).
Comemora-se nestas datas a festa de dois santos especiais para a Igreja Católica e por religiões afro-brasileiras, como o Candomblé, que enfeitam lugares com bandeiras e vários desenhos onde, para relembrá-los, se tem a tradição de distribuir doces para crianças e adolescentes.
Cosme e Damião foram exercer medicina na Síria, em Egeia (atualmente Ayas, no Golfo do Iskenderun, Cilícia, na Ásia Menor), sem receber qualquer pagamento, curavam em nome de Jesus Cristo, orando e realizando diversas curas e inúmeros milagres. 
Na Grécia Antiga existiam registros de cultos a estes santos, que percorreram séculos e são festejados por diversas religiões. Hoje são os padroeiros dos Farmacêuticos, das Faculdades de Medicina, barbeiros e cabeleireiros e protegem orfanatos, creches, doceiras, filhos em casa, além de doenças como hérnia e peste.
A história destes dois santos cujo os nomes eram Acta e Passio, começa no século III da era cristã, em Egeia, e é envolta em lendas e folclores. Estes gêmeos nasceram na Arábia, eram filhos de uma família que se converteu ao cristianismo quando os dois eram adolescentes. Cosme e Damião tinham mais três irmãos, Antimo, Leôncio e Euprepio.
Teoricamente, se tornaram médicos graças a um homem (Levi), que lhes transmitiu seus próprios conhecimentos e, através do ofício da medicina, os dois puderam cativar mais pessoas para o exercício da fé cristã. Curavam não só por seus tratamentos médicos, mas também através das orações que faziam. 
Devotos fervorosos e muito respeitados na comunidade, Cosme e Damião chamaram a atenção das autoridades locais. Neste período, o imperador romano Diocleciano havia autorizado a perseguição aos cristãos, uma vez que estes despertaram sua ira por serem fiéis a Jesus e não idolatrarem as esculturas consideradas sagradas pelo Império Romano.
Os irmãos, então, por ordem do prefeito Lísias, foram perseguidos, presos, sofreram diversos tipos de tortura, mas mantiveram sua fé: "Nós curamos as doenças em nome de Jesus Cristo, pela força do Seu poder”, afirmavam. 
Deu-se a condenação à morte. Quatro soldados os atingiram com setas, mas os irmãos resistiram, assim como sobreviveram a pedradas e flechadas. Os militares recorreram à decapitação por espada. Cosme e Damião morreram no dia 27 de Setembro como mártires e seus três irmãos (Antimo, Leôncio e Euprepio) também. Tiveram seus corpos transportados para Roma.
Cem anos depois, no entanto, iniciou-se uma verdadeira idolatria aos seus restos mortais. Foram esculpidas imagens em sua homenagem, as quais eram absolutamente reverenciadas. Até que, por volta do ano 520 d.C, dois séculos depois, em Roma, uma basílica foi construída a pedido do Papa Félix IV para honrar Cosme e Damião. A solenidade de consagração desta basílica foi no dia 26 de Setembro (daí a tradição dos católicos de festejar os dois santos nesta data).
Aqui no Brasil, o culto aos santos começou em 1535, quando foi erguida a primeira igreja católica do país, em Igarassu (PE), que recebeu o nome deles. Mais tarde, como os escravos não podiam professar a própria crença, era preciso que houvesse o sincretismo religioso da devoção trazida pelos portugueses com o culto aos orixás-meninos - os Erês - da tradição africana yorubá. Na umbanda e no candomblé, os santos gêmeos são tão populares quanto Santo Antônio e São João. As festas que homenageiam Cosme e Damião ocorrem no dia 27 de Setembro e nelas distribui-se doces e balas às crianças. Na década de 1970, o Vaticano mudou oficialmente para 26 de Setembro o dia de homenagear os santos, mas na tradição popular a data antiga foi mantida. E no dia 01 de Novembro pela igreja Ortodoxa.


Reeditado em 27/9/2014; 2015 e 2016 por João Angelo (baseado em diversas pesquisas, entre elas, algumas publicações do Jornal A Voz da Serra).

Recordando antigos colegas meus do Col. Anchieta de Nova Friburgo - RJ de 1971 a 1977...

Estudaram comigo, de 1971 a 1977, no Colégio Anchieta de Nova Friburgo-RJ, os seguintes colegas:
0
NOME
APELIDO:
Data nascimento
1.      
ALDINO TAVARES SOUZA JUNIOR
Dino
12/10/1960
2.      
ALEXANDRE HENRIQUE ASTH
3.      
ALEXANDRE KALIL AMIM ALEXANDRE
05/7/1959
4.      
ALEXANDRE MASSENA GRACIOLI
Formiguinha
03/11/1959
5.      
ALMIR PEREIRA GUIDA
6.      
ÁLVARO LUIZ  LUTTERBACK DUTRA DIAS
7.      
ANA MARIA C. RIBAS
8.      
ANDRÉA THOMAZ LONTRA
9.      
ANELISE SALLES
10.   
ANTÔNIO CARLOS MOREIRA
11.   
ANTÔNIO CLOVIS NARA RAMOS
25/12/1960
12.   
ANTÔNIO LUIZ GONÇALVES MADEIRA (in memorian)
13.   
APARECIDA BERNARDO MACHADO PEDRO
Cidinha
24/6/1959
14.   
ARTUR BAPTISTA JEVOUX
16/3/1958
15.   
ASTOR FERREIRA DA SILVA
15/02/1959
16.   
CARLOS ALBERTO DE CASTRO
17.   
CARLOS ANTÔNIO DE MELLO CALVO
18.   
CARLOS EDUARDO AGUILERA CAMPOS
Cadu/Ado
19.   
CARLOS EDUARDO CAETANO DA SILVA
20.   
CARLOS HENRIQUE PEREIRA LOUBACK
Baixo
21.   
CASSIA TEREZINHA PESTANA DA SILVA
30/9/1959
22.   
CELSO BIGATO
23.   
CELSO ISMÉRIO
24.   
CLAUDIA CANTANHEDA
25.   
CLÁUDIO SPINELLI PARCA
Cacau
13/6/1960
26.   
CLIMÁRCIO CUNHA PINTO
27.   
DENISE CAPUTO CARIELLO
28.   
DENISE NOBRE
16/9/195?
29.   
DOMINGOS SÁVIO
30.   
DORVELINA FROSSARD MORAIS
Dodo/Lina
17/6/1959
31.   
EDMAR DOS SANTOS SERAFIM
08/8/1959
32.   
EDNA FOLLY
33.   
EDUARDO FERNANDES CIMA
34.   
EVERARD LUCAS SILVA CARDOSO
Anjinho
12/7/195?
35.   
FABIANO LAMBLET CANELA
36.   
FÁBIO DE TOLEDO PAULINO
37.   
FERNANDA BENEVIDES
Fernandinha
38.   
FERNANDO LEITE MONNERAT LUTHERBCH
39.   
FERNANDO LUIZ DA SILVA REIS
40.   
FLÁVIO LUZ FERREIRA (in memorian)
41.   
FRANCISCO JOSÉ EIRAS FALCÃO
28/10/1957
42.   
GENAURO ANDRADE BORGES (in memorian)
Genaurinho
43.   
GERSON BUSCH
12/4/1960
44.   
GILBERTO GASIOLA
45.   
GILMAR MONTEIRO
46.   
GIOVANNI R. P. PINHEIRO DE FARIA
47.   
GISELE MONTEIRO
48.   
GLAUCO PENNA FONTES
49.   
GUILHERME AZEVEDO
50.   
GUILHERMINO ALBANO CHICRE DA COSTA
Nino
51.   
HORÁCIO CORTEZ JUNIOR
Ouriço
14/4/1959
52.   
INÊS SASEK
17/6/1958
53.   
IRRONEA FERNANDES GODINHO
02/8/1958
54.   
JAIR ROSA
Apostólico
55.   
JANETE VASCONCELOS NOE
Janetinha
25/12/1959
56.   
JERUSA ??  ??
57.   
JOÃO ALFREDO ERTHAL
58.   
JOÃO ANGELO TEIXEIRA
Napoléon
22/02/1960
59.   
JOÃO BATISTA
60.   
JOAQUIM FRANCISCO MANCEBO COTA
Jucri
61.   
JOAQUIM RODRIGUES CARVALHO
62.   
JOFRE DA COSTA NETO
63.   
JONES DA COSTA CANTO
64.   
JORGE LUIZ TAIXEIRÃO
Pudim/Spock
23/11/1959
65.   
JOSÉ ALBERTO VENTURA COUTO
28/11/1959
66.   
JOSÉ ANTÔNIO C. ANSELMO PEREIRA
20/3/195?
67.   
JOSÉ ESPINHEIRO DA SILVA NETO
21/4/1960
68.   
JOSÉ LEÔNCIO DE ANDRADE FILHO
69.   
JOSÉ LUIZ MASTRANGELO
Monstrão
12/10/1957
70.   
JOSÉ ROQUE SOUZA ARAUJO
Chocolate
04/10/1958
71.   
JOSEANE ABIB JUAREZ
72.   
JÚLIO CESAR CATARCIONE
Julinho
27/11/1959
73.   
KARLA JACOB
10/3/1959
74.   
KÁTIA TEIXEIRA FARIA
75.   
LAUDEMAR GONÇALVES DE AGUIAR NETO
Lau/Mazinho
26/6/1960
76.   
LEANDRO MONNERAT CELES
28/12/1959
77.   
LEONOR CONSUELO SPEROTTO DIEGUEZ
10/11/1960
78.   
LUCIA HERDY [DAVIS]
10/9/195?
79.   
LUIZ CARLOS
Apostólico
80.   
LUIZ CARLOS ANGARTEN
Luizinho
81.   
LUIZ DE OLIVEIRA VIANNA FILHO
24/4/1958
82.   
LUIZ EDUARDO DE A. FARIA
83.   
LUIZ JOSÉ CAETANO BERBET
"Joié" irmão de Rosi
84.   
LUIZ NELSON HALEMBECK DE ASSIS
85.   
LUIZ TADEU CORREIA SÁ BENEVIDES
86.   
MAFALDA BÁRBARA MATOS DA COSTA
04/6/1959
87.   
MANOEL MEDEIROS COELHO
Amendoin
88.   
MARA SPINELLI MARQUES
89.   
MARCELO FERNANDES DE SOUZA
90.   
MARCELO ROSA DE OLIVEIRA
Capita
91.   
MARCELO TEIXEIRA DAS NEVES
Xelem
21/12/1959
92.   
MARCELO VELOSO FARIA
93.   
MÁRCIA KNUPP
94.   
MARCIO VELOSO FARIA
Ucho
95.   
MARCOS DE ABREU
96.   
MARCOS MAURÍCIO
97.   
MARCUS VINÍCIUS FERRO DE ALMEIDA
98.   
MARIA CRISTINA C. RIBAS
99.   
MARIA ELIZABETE SPITZ
100.          
MARINA TEIXEIRA MELLO
101.          
MARISE ??
102.          
MAURO MEIRELLES JORDÃO
103.          
MAX ANTONIO MEINIG
16/4/1957
104.          
MÔNICA CARDOSO MOREIRA
Monca
04/12/1959
105.          
MÔNICA LIMA SANTOS [SANTOS GONÇALVES ROSA]
01/9/1959
106.          
MÔNICA LOPES SILVA
107.          
MÔNICA NIDECK CARESTIATO
08/12/1959
108.          
MÔNICA THEREZA BONIN LEAL
16/7/1960
109.          
NILSON BADINI FILHO
Nilsinho
07/4/1958
110.          
PAOLO VALDANINI
111.          
PATRÍCIA CARREIRO
112.          
PAULO CÉSAR DE AZEVEDO ATHAYDE MIELLI
113.          
PAULO DE TARSO
114.          
PAULO HENRIQUE TEMPERINI
20/02/1958
115.          
PAULO SÉRGIO
Molico
116.          
PAULO SERGIO GÖBEL COELHO
11/9/195?
117.          
PETER KAROLY BUCSKY
05/01/1961
118.          
PLÍNIO PADILHA
Pio
119.          
RACHEL ALBERTINI PAIVA XAVIER
23/9/1959
120.          
RACHEL PIRES HABIB
29/10/1960
121.          
RAPHAEL LANGONI PARISE FILHO
18/10/1959
122.          
RICARDO CAVALCANTE
123.          
RICARDO CÉLIO VIEIRA DE SOUZA LIMA
Titio
124.          
RICARDO GARCIA
125.          
RICARDO THOMAZ LONTRA
Mug
29/5/195?
126.          
RITA DE CÁSSIA T. MACHADO
127.          
RITA KRÜGER DE ARRUDA GUERREIRO
Scooby Doo
27/7/1958
128.          
ROBERTO DO VALE
Betinho
129.          
ROBERTO HENRIQUE FERNANDES DE OLIVEIRA
130.          
ROGÉRIO MARTINS FERREIRA
131.          
RÔMULO AGRELLO
06/02/195?
132.          
RONALDO BOTELHO DE ABREU
133.          
ROOSEVELT SERAFIM CONCY
10/9/1959
134.          
ROSANE AVELLAR CORTEZ
135.          
ROSEMARY SPITZ
136.          
ROSILENE CAETANO BERBERT MANES
Rosi
06/11/1957
137.          
SALOMÃO SALLES NETO
29/6/1957
138.          
SALVATORE VANZILLOTTA FILHO
12/12/1957
139.          
SALVELINA GONZAGA ARAÚJO [SALVELINA ROCHA]
Salsal/Lina
10/8/195?
140.          
SANDRA ELISA MÜLLER
141.          
SANDRA MONNERAT
142.          
SANGER GISMONTI DIAS
28/3/1960
143.          
SELMO DE OLIVEIRA SANTOS
144.          
SÉRGIO AMARAL PFEFERLE
Cabeção
145.          
SÉRGIO IGNOTO TAVARES
146.          
SÉRGIO LUIZ DAFLON MONNERAT
05/4/1958
147.          
SÉRGIO VAN ERVEN
Holandês
09/6/1960
148.          
SILVIO RODRIGUES
149.          
SÔNIA IBRAHIM
Soninha
21/12/195?
150.          
TANIA CARESTIATO VILLAÇA
30/7/1959
151.          
TÂNIA LACERDA
152.          
TANIA MONTECHIARI
Tatá
15/4/195?
153.          
THOMÁS BENTO DE MELLO
154.          
VERA NICE CHABOUDT BORGES LIMA
Deinha
15/12/1959
155.          
VICENTE FRAGA MARES GUIA
156.          
VIRGILIO YTAIUTI PAUZETTI
157.          
WALTER LEANDRO SPINELLI
Tico
31/10/1958
158.          
WANIA TIENGO DE ARAUJO
10/6/1959
159.          
WELINGTON CAVALCANTE
Bonitão
01/01/1959
160.          
WEVERTON CESAR CANTO (in memorian)
Dentinho
161.          
WILSON OMAR TOZATO KNUPP
162.          
ZURY ALVAREZ MAURER



Foto de 1977 no pátio interno do Colégio Anchieta com meus antigos colegas do "científico":






















Observação: lista atualizada em Setembro 2016 (porém incompleta ainda = onde há interrogação);

1ª fila [sentados na grama]: Luiz Carlos Angarten; ?; Orlando ?!; Peter Karoly Bucsky; Márcio Veloso Faria; Edna Folly; Astor Ferreira da Silva; Janete Vasconcelos Noé [Janete VN]; o de barba e óculos ?!; Mauro Meirelles Jordão deitado a frente de Paulo de Tarso do lado dele três meninas = Rachel Abib; Silma; ?; na frente destas 3 meninas = Climárcio Pinto (ou Márcio Moncli ?!); Welington Cavalcante("Bonitão"); Ricardo Cavalcante; eu = João Angelo ("Napoléon"); Rita Krüger de Arruda Guerreiro ("Scoob Doo"); Marcelo Teixeira Das NevesArtur Baptista JevouxKarla JacobJose Alberto Ventura Couto; Ricardo Célio Vieira de Souza Lima ("Titio"); Domingos Sávio; Antônio Clóvis Nara Ramos.
2ª fila ainda sentados: Gerusa; ?; Andrea Lontra da Silva; Gisele Monteiro; ?; Luiz Carlos (apostólico); Zury Alvarez Maurer; Dorvelina Frossard [Lina Frossard]; Vera Chaboudt Borges LimaMônica Bonin Leal; Mônica Lima Santos; ?; Joseane Abib Juarez; Joseane Wermelinger Araújo; Salvelina Araújo [ Lina Gonzaga Araujo Folly] atrás dela Mônica Lopes; Laiz Rodrigues; Paulo Henrique Temperini [Paulo Temperini] ao lado de Mônica Lopes;Sanger Gismonti DiasCarlos Eduardo Aguilera CamposJorge Luiz Taixeirao; Leonor Consuelo Sperotto Dieguez; Genauro Andrade Borges; Sandra Elisa Müller abraçada com Beto Ventura; Fernando Luiz da Silva Reis; ? de barba.
3ª fila em pé: Marcelo Rosa ("Capita"); Carlos Henrique Pereira Louback("Baixo"); Mônica Nideck Carestiato; Everard Lucas Cardoso [ Everard Lucas ] ("Anjinho"); José Luiz Mastrangelo ("Monstrão"); Laudemar Gonçalves de Aguiar Neto [ Laudemar Aguiar ]; ?; Júlio César Catarcione [ Julio Catarcione] acima dele aos pés de N. Senhora = Gerson Busch; Márcia Knupp; Tania Carestiato; Sérgio Ignoto Tavares; Aparecida Pedro;Irronea Fernandes Godinho Fernandes; Rachel Albertini Paiva Xavier [Rachel Ap] ; Wania Tiengo Araújo [ Wania Araujo]; Lucia Herdy Davis; Joaquim Mancebo Cota ("Jucrin") ?!; Rogério Martins Ferreira; Fernando Leite Monnerat Lutherbach; ? ; Fábio de Toledo Paulino; Prof. Pedro Sérgio Magessi Monnerat; Álvaro Luiz Lutterback Dutra Dias; Ricardo Thomaz Lontra ("Mug"); Mônica Cardoso Moreira atrás dela Gilmar Monteiro; Cassia Pestana atrás dela Prof. Wilson Furtado; Willian; Anelise Salles; Tânia Azevedo; ex-padre Maurício Carvalho e Raphael Langoni Parise Filho.
"4ª fila" perto das janelas: Molico (Paulo Sérgio ?!); Marcelo Veloso Faria; Wilson Tosato Knupp; Vicente Fraga Mares Guia ?!.





Fotos dos meus antigos colegas:

Sentados da esquerda para direita: eu (João Angelo - vulgo: "Napoleon"); Mônica Bonin Leal (hoje: advogada); Carlos Eduardo Aguilera Campos (hoje: médico - cadu@vetor.com.br ); José Alberto Ventura Couto (hoje: arquiteto - albertoventura@nin.ufms.br e javc@pop.com.br e professor da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul –  UFMS) atrás dele sentado Álvaro Luiz Lutterback Dutra Dias e Paulo de Tarso (último sentado a direita).

Na fila da esquerda para direita (em pé): Márcio Veloso Faria (hoje: arquiteto); Vera Borges Lima (hoje: nutricionista e nora do nosso ex-prof. Helênio Lima de Biologia); Karla Jacoud (hoje: bióloga) ; Tânia; Artur Batista Jevoux; Aparecida Bernardo (Cida e/ou Cidinha - hoje no Cecierj = http://www.pvs.cederj.edu.br/); Carlos Henrique Pereira Louback (hoje: médico) atrás dele Sandra; Marcelo Teixeira Neves (hoje: Petrobrás ?); Cássia Pestana (hoje: profa. Ed. Física); Welington Cavalcante - "Bonitão" (hoje: fisioterapeuta) e por último Gerson Bush (hoje: pediatra).

Na foto ao lado, da esquerda para direita em pé: eu (João Angelo) ao meu lado Vera Borges Lima (hoje: nutricionista); Mônica Bonin Leal (hoje: advogada); Tânia Azevedo; Álvaro Luiz Lutterback Dutra Dias e na frente dele Artur Baptista Jevoux e José Alberto Ventura ("Beto"). A minha frente sentado: Carlos Eduardo Aguilera Campos (hoje: médico); Cássia Teresinha Pestana (hoje: profa. Ed. Física); Aparecida Bernardo - "Cida" (hoje: profa.); Ricardo Cavalcante ("Ricardinho"); Karla Jacoud (hoje: bióloga); Marcelo Teixeira Neves e sentado no lado direito Welington Cavalcante - "bonitão" (hoje: fisioterapeuta) e Gerson Busch (hoje: médico)
sentados abaixo: Carlos Henrique Pereira Louback (hoje: médico) a sua frente com uma garrafinha Márcio Veloso Faria (hoje: arquiteto); Paulo de Tarso; Dorvelina Frossard e Zury Maurer (hoje: engenheiro e apresentador do programa Cidade Real na TV Zoom local).

Nesta outra foto em pé atrás temos: Gerson Busch; Raphael Langoni Parise Filho; Tânia Azevedo e Álvaro Luiz Lutterback Dutra Dias; ainda em pé pela esquerda Carlos Eduardo Aguilera Campos (Cadu ou Ado); José Alberto Ventura Filho (Beto); Mônica Bonin Leal; Aparecida Bernardo Pedro; Paulo de Tarso e no degrau da frente eu = João Angelo abraçado por Vera Borges de Lima. 

Em pé (atrás): Márcio Veloso Faria e José Alberto Ventura Filho ("Beto"); Sentados: Vera Borges de Lima; Mônica Bonin Leal; Tânia Azevedo e Gerson Busch. A frente Carlos Eduardo Aguilera Campos; ex-padre Maurício; Paulo de Tarso; Cassia Teresinha Pestana e Wellington Cavalcante - "Bonitão" (hoje: fisioterapeuta).

Da esquerda para direita no jantar de formatura de 1977: Wilson Furtado (hoje: prof. e químico) e sua esposa ao lado (filha do nosso ex-professor Cláudio Costa); ex-padre Maurício que acabou se "casando" com nossa colega Tânia Azevedo ao lado dele; Profª Zelma Mussi.
Em pé atrás da esquerda para direita: "Beto" = José Alberto Ventura Couto; eu = João Angelo e Prof. Pedro Sérgio Magessi Monnerat (hoje: engenheiro de telecomunicações - voltou a morar em Bom Jardim - RJ).


Na foto abaixo registrada pelo Pe. Macintyre SJ em 1975, nossa querida turma do 1° ano científico: Carlos Eduardo Aguilera Campos ("Ado" ou "Cadu"); Irrônea Godinho Fernandes; Claudia Cantanheda; Alexandre Kalil Amim Alexandre; Sônia Ibrahim ("Soninha"); Guilherme Azevedo; Weverton César Canto ("Dentinho"); Tânia Montechiari; Marcelo Teixeira Neves; Rosimary Spitz; Genauro Andrade Borges; Joseane Juarez; Wânia Tiengo Araújo; Eduardo Fernandes Cima; Andrea Tomas Lontra; Prof. Hamilton Werneck; Rachel Albertini Paiva Xavier; Laudemar Gonçalves Aguiar Neto; Aldino Tavares de Souza Junior; Mônica Cardoso Moreira; Rosane Avellar Cortez; Katia Teixeira Faria; Leonor Consuelo Sperotto Dieguez; João Angelo Teixeira ("Napoleon"); Cassia Teresinha Pestana da Silva; Francisco José Eiras Falcão; Sanger Gismonti Dias; Antonio Clovis Nara Ramos; Antonio Carlos Moreira; Salvelina Araújo; Paulo Henrique Temperini; Ricardo Célio Vieira de Souza Lima ("Titio") e Mônica Tereza Bonin Leal.

Nesta foto abaixo registrada pelo Pe. Macintyre SJ em 1975 quando estávamos no 1° ano científico temos da esquerda para direita na 1ª fila no degrau de baixo:Gerson Busch; Joseane Wermelinger; Sandra Monnerat; Soninha Stutz;Janete VNPatricia CarreiroRosi ManesMônica Lopes; Laiz Rodrigues; Ana Maria C. Ribas.
2ª fila: de barba prof. de biologia (Willian ?); Milton Pacheco; Flávio Luz (in memorian); Denise Caputo Cariello MassenaVera Chaboudt Borges Lima; Edna Folly; Welington CavalcanteMax Meinig e Alexandre Massena Gracioli.
3ª fila: Jorge Luiz Taixeirao; Vicente Fraga Mares Guia; Paulo Sérgio GöbelRaphael Langoni Parise Filho; Paulo Povoleri; Rogério Martins; Wilson Tosato Knupp; Tânia Azevedo; Mafalda Bárbara e Cícero Cabral.
4ª fila: Zury Alvares Maurer; Everard LucasLeandro Monnerat Celes; ? ; José Luiz Mastrangelo; Gisele Monteiro; Artur Baptista Jevoux; Marcelo Veloso Faria; Luiz José Caetano Berbet ("Joié"); Roberto do Vale ("Betinho") (in memorian); Roberto W. Araújo e Marcos Vinícius.



Na foto abaixo de 1971 na 5ª série do Colégio Anchieta temos: 
1ª fila de baixo: Salvatore Vanzzillota Filho; Claudio Spinelli ParcaSergio Amaral Pfeferle ("Cabeção"); Selmo de Oliveira Santos; Alexandre Massena Gracioli ("Formiga"); Zury Alvares Maurer.
2ª fila: Jorge Luiz Taixeirão; ?; ?; eu - João Angelo Teixeira ("Napoléon"); ?; Gerson Busch; ?; Astor Ferreira da Silva e ?.
3ª fila: ?; ?; ?; ?; Alexandre Henrique Asth; José Espinheiro da Silva Neto; ?; ?; Paulo Sérgio Göbel Coelho; ?; ?.
4ª fila: ?; ?; ?; Aldino Tavares de Souza Junior; ?; ?; ?; Francisco José Eiras Falcão; ?; Guilhermino Albano Chicre da Costa.




Fotos dos meus antigos colegas: