REVISTA ELETRÔNICA de EDUCAÇÃO & SAÚDE.

REVISTA ELETRÔNICA de EDUCAÇÃO & SAÚDE (ano XXXV) 2018 ou 5779
Criação e realização do biólogo e professor JOÃO ANGELO MARTIGNONI TEIXEIRA
Orientação e configuração do engenheiro e professor EVERARD LUCAS CARDOSO

23 de mar de 2014

Reciclar PLÁSTICOS - SUSTENTABILIDADE do CEC - 2014:
Obs: em GRUPOS de no máximo 4 ALUNOS:

Necessário:
1°) Antes de mais nada é necessário Ler e Estudar bastante os seguintes temas e páginas citadas a seguir do seu Livro de Química:
a) Consumismo: o mal do século XXI - páginas 10 até 13;
b) Materiais e separação - páginas 46 até 53;
c) Lixo - tratamento - páginas 70 até 75;
d) Consumo sustentável - páginas 97 até 104 (esta página é importante!!!);
e) Papel; Plástico; Vidro; Metal - páginas: 48; 51; 52; 74; 94; 191.
2º) Agora monte seu grupo (máximo 4 componentes) e escolha seu tema dentre estes citados no 1º ítem acima.
3°) Inscreva seu grupo por aqui (em "comentários" - lá em baixo no rodapé...) com Nome completo, n° e turma, data de nascimento (dia/mês/ano), endereço de e-mail, de cada um dos componentes do grupo. Comece a desenvolver seu projeto !!!
Premiação:
Entre outros prêmios a serem divulgados, tem nota nos bimestres, etc...

PLÁSTICOS são artefatos fabricados a partir de resinas (polímeros), geralmente sintéticas e derivadas do petróleo.
Quando o lixo é depositado em lixões, os problemas principais relacionados ao material plástico provêm da queima indevida e sem controle. Quando a disposição é feita em aterros, os plásticos dificultam sua compactação e prejudicam a decomposição dos materiais biologicamente degradáveis, pois criam camadas impermeáveis que afetam as trocas de líquidos e gases gerados no processo de biodegradação da matéria orgânica.
Sendo assim, sua remoção, redução ou eliminação do lixo são metas que devem ser perseguidas com todo o empenho. A separação de plásticos do restante do lixo traz uma série de benefícios à sociedade, como, por exemplo, o aumento da vida útil dos aterros, geração de empregos, economia de energia, etc...

Divisão dos Plásticos:

1) Os termofixos, que representam cerca de 20% do total consumido no país, são plásticos que, uma vez moldados por um dos processos usuais de transformação, não podem mais sofrer mais novos ciclos de processamento pois não fundem novamente, o que impede nova moldagem.
2) Os termoplásticos, mais largamente utilizados, são materiais que podem ser reprocessados várias vezes pelo mesmo ou por outro processo de transformação.
Quando submetidos ao aquecimento a temperaturas adequadas, esses plásticos amolecem, fundem e podem ser novamente moldados. Como exemplos, podem ser citados: polietileno de baixa densidade (PEBD); Polietileno de alta densidade (PEAD); poli(cloreto de vinila) (PVC); poliestireno (PS); polipropileno (PP); poli(tereftalato de etileno) (PET); poliamidas (náilon) e muitos outros.

Tipos de plásticos recicláveis
  • Garrafas PET
  • Potes Plásticos diversos
  • Tampas de embalagens
  • Sacos plásticos diversos
  • Canos de pvc
  • Para-choques de carros
  • Copos descartáveis
  • Plásticos de brinquedos
  • Embalagens de produtos de limpeza


Israelenses criam embalagens 100% biodegradáveis

As pessoas costumam descartar embalagens de produtos sem lembrar o quanto elas são destrutivas para o planeta e o tempo que elas vão levar definhando em um aterro sanitário. A empresa israelense “Tipa” promete uma solução inteligente para este problema: ela oferece material de embalagem biodegradável. Uma vez eliminado, ele é recolhido e decomposto, bem como os resíduos orgânicos. Por sua vez, a superfície de topo da embalagem pode ser cortada e utilizada para vários fins decorativos. Segundo os criadores, a ideia é encorajar não apenas a utilização de produtos verdes, mas também a criatividade nas diversas maneiras de reutilização de embalagens (Fonte: EcoDesenvolvimento em Maio de 2012).


Embalagens de água mineral “Tipa”


Veja quem está participando em 2014:

Vanessa de Oliveira Mello - 32/1004.


Nenhum comentário: