REVISTA ELETRÔNICA de EDUCAÇÃO & SAÚDE.

REVISTA ELETRÔNICA de EDUCAÇÃO & SAÚDE (ano XXXV) 2018 ou 5779
Criação e realização do biólogo e professor JOÃO ANGELO MARTIGNONI TEIXEIRA
Orientação e configuração do engenheiro e professor EVERARD LUCAS CARDOSO

27 de mai de 2014

ÁTOMO e ÍON:

O átomo (grego a = não // tomo = pedaço/parte/separar/) pelos filósofos gregos:
Leucipo de Mileto (??*450 +370 a.C.) de Jônia e










Demócrito de Abdera (*470 +360 a.C.) de Trácia [Dēmokritos, "escolhido do povo"] que além de filósofo era matemático e astrônomo.







O átomo é a partícula fundamental na constituição da matéria, formada basicamente de:

                    Prótons   (p+)  (+) (spin ½) (massa relativa 1) é o que define o "Z"
N    {        (p/ neozelandês Nelson Ernest Rutherford (*1871 1937) em 1911;
Ú           e complementado p/ dinamarquês Niels Bohr (*1885 1962) em 1913.

L
E
O                 Nêutrons (n°) (Æ) (spin ½) (massa relativa 1) 

         {         p/ James Chadwick (*1891 1974) em 1932.


E
L
E
T

R           { Elétrons (e-) (-) (spin ½) (massa relativa 1/1836) (p/ inglês Joseph John
O                            Thomson (*1856 1940) em 1898 (caracterizada em 1911) –
S                             Veja T.P. em carga do elétron (e-) em Coulomb – homenagem
F                               ao físico francês Charles Augustin Coulomb (*1736 1806).
E
R
A

Obs. 1) Regras de distribuição dos elétrons na eletrosfera (segundo o dinamarquês Niels Bohr (*18851962):
última camada do átomo tem no máximo 8 elétrons (exceto a camada K).
penúltima camada do átomo terá 8 ou 18 elétrons (exceto a camada K).
exceto elementos de transição (Fe, Mn, etc...).
Exemplo:
Símbolo:    Z:       Nome:    K:  L:  M:  N:  O:  P:  Q:      Coluna na TP:
   Uuo       118   Ununóctio   2    8   18   32   32  18   8                 18ª


Obs. 2) Para ser considerado átomo o número de prótons tem de ser igual ao número de elétrons, dessa maneira o átomo é uma partícula com equilíbrio de cargas (p = e); caso contrário, ou seja, se o número de prótons for diferente do número de elétrons, esta partícula está em desequilíbrio de cargas (p ¹ e) sendo chamada de íon.
O íon (grego = viajante); estudo inicial p/ sueco – Svante August Arrhenius (*1859 1927) – o mesmo que “criou” o termo “Efeito estufa” (clique em “Efeito estufa” no índice desta página).
O íon é a partícula com desequilíbrio de cargas (¹ e), derivada de um átomo que passa a apresentar carga elétrica positiva (cátion) ou carga elétrica negativa (ânion).

Nenhum comentário: